Publicado em Deixe um comentário

Breve experiência com a Fujifilm Fujinon XF 90mm F2.0 R LM WR

A PM2S para além de dar assistên­cia téc­ni­ca à Fuji­film, tam­bém vende mate­r­i­al da mar­ca japone­sa a preços muito em con­ta.

O mate­r­i­al disponi­bi­liza­do online é, na sua maio­r­ia, mate­r­i­al novo que foi reti­ra­do das caixas para demon­stração ou testes, mas que, na ver­dade nun­ca foi uti­liza­do. Tam­bém pode acon­te­cer ser mate­r­i­al usa­do ou recondi­ciona­do. Em qual­quer dos casos o mate­r­i­al disponi­bi­liza­do foi revis­to e traz algum tipo de garan­tia (no caso do mate­r­i­al que ape­nas foi reti­ra­do das caixas, é ofer­e­ci­da uma garan­tia de 3 anos). Os preços são uma agradáv­el sur­pre­sa.

Quero que fique esclare­ci­do que a razão de escr­ev­er este arti­go prende-se ape­nas com a par­til­ha da min­ha exper­iên­cia com a XF 90 F2LM WR. Este arti­go não foi encomen­da­do por qual­quer das mar­cas envolvi­das, nem faz parte de nen­hum acor­do entre mim e as respeti­vas empre­sas. Tão pouco rece­bo algum bene­fí­cio pelos links colo­ca­dos nele ou qual­quer com­pra que daí resulte.

A XF 90mm F2.0 R LM WR é con­sid­er­a­da pelos difer­entes espe­cial­is­tas que a tes­taram, como uma das mel­hores obje­ti­vas da Fuji­film para o sis­tema X. Desta­cam a sua nitidez, rapi­dez de auto-foco e lumi­nosi­dade. É apon­ta­da como uma exce­cional obje­ti­va para retra­to, mas tam­bém parece ser (ou é referi­da como) muito boa para desporto “indoor”.

Na sem­ana de 27 a 31 de Maio tin­ha na min­ha agen­da dois even­tos com­ple­ta­mente dis­tin­tos: As Con­fer­ên­cias do Esto­ril e a fes­ta de uma agru­pa­men­to de esco­las. O primeiro real­iza­do num local fecha­do, mas com mui­ta luz. O segun­do, em espaço aber­to mas durante o fim de tarde e noite, com difer­entes atu­ações em difer­entes pal­cos. Pelo meio a neces­si­dade de realizar algu­mas fotos do espaço onde vivo, a aldeia do Pene­do.

Como já tin­ha mostra­do inter­esse em adquirir uma XF 90 F2.0 R LM WR e sabia que a PM2S tin­ha algu­mas em stock, colo­quei a questão nos seguintes ter­mos: Há, por ven­tu­ra, a pos­si­bil­i­dade de me emprestarem uma XF 90mm F2.0 R LM WR para faz­er a cober­tu­ra dos even­tos da sem­ana entre 27 e 31 de Maio, no sen­ti­do de a poder tes­tar em situ­ação real e dessa for­ma avaliar mel­hor a obje­ti­va?

A respos­ta foi um sim que, pes­soal­mente me deixa muito lison­jea­do, pois sei que não é prat­i­ca da casa (diria que foi uma vez sem exem­p­lo) e , por isso rev­ela uma enorme con­fi­ança. A objec­ti­va chegou no dia 27 como prometi­do, bem embal­a­da, na sua caixa orig­i­nal que vin­ha bem acondi­ciona­da noutra embal­agem apro­pri­a­da.

Caraterísticas

A obje­ti­va é com­pos­ta por 11 ele­men­tos opti­cos em 8 gru­pos. 3 dess­es ele­men­tos são de extra-baixa dis­per­são (ED). O diafrag­ma com aber­tu­ra cir­cu­lar, o “Quad Lin­ear Motor” e a pro­teção con­tra poeiras e salpi­cos (WR), são algu­mas das car­ac­terís­ti­cas que se desta­cam no catál­o­go. A aber­tu­ra vai de 2.0 a 16 e é con­tro­la­da pelo anel tra­seiro. Ambos os anéis (foco e aber­tu­ra) são agradáveis ao toque e fáceis de con­tro­lar. O foco man­u­al, como em qual­quer obje­ti­va XF, na ver­dade não existe, pois o anel de foco não está fisi­ca­mente lig­a­do aos gru­pos opti­cos. De fac­to o que acon­tece quan­do rodamos o anel de foco, é que é trans­mi­ti­do um sinal eletróni­co que faz mover os gru­pos opti­cos e alcançar o pon­to de foco pre­tendi­do. Isto faz com que o anel de foco rode con­stan­te­mente para qual­quer um dos lados. O foco é pre­ciso e fácil de alcançar (pode depen­der dos sis­temas de aju­da da câmara).

O teste foi real­iza­do com a Fuji­film X‑T2.

Resultados: Conferências do Estoril

A primeira impressão ao obser­var as primeiras ima­gens real­izadas foi de sur­pre­sa pela qual­i­dade das ima­gens. A cor, a lumi­nosi­dade e a nitidez saltam à vista. A rapi­dez e pre­cisão com que obtive­mos o foco dese­ja­do foi sur­preen­dente e deixou claro que não está­va­mos per­ante uma obje­ti­va qual­quer.

Wang Hui, fundador e diretor do instituto Tsinghua de Estudos Avançados em Humanidades e Ciencias  Sociais | Fotografia ©JLpress/JoaoLamares
Wang Hui, fun­dador e dire­tor do insti­tu­to Tsinghua de Estu­dos Avança­dos em Humanidades e Cien­cias Soci­ais | Fotografia ©JLpress/JoaoLamares
Luis Alberto Lacalle, presidente da República Oriental do Uruguai entre 1990 e 1995 | Fotografia de  ©JLpress/JoaoLamares
Luis Alber­to Lacalle, pres­i­dente da Repúbli­ca Ori­en­tal do Uruguai entre 1990 e 1995 | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares
Carlos Mesa, presidente da República da Bolívia entre 2003 e 2005 | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares
Car­los Mesa, pres­i­dente da Repúbli­ca da Bolívia entre 2003 e 2005 | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares

Num espaço mais restri­to, sala de impren­sa, e com uma ilu­mi­nação bem mais duvi­dosa, onde decor­reu a con­fer­ên­cia de impren­sa do Min­istro da Justiça e Segu­rança Públi­ca do Brasil, Sér­gio Moro, o desem­pen­ho da XF 90mm F2.0 R LM WR não deixou os seus crédi­tos por mão alheias e as ima­gens obti­das falam por si. Em nen­hum momen­to das Con­fer­ên­cias do Esto­ril sen­ti a fal­ta do esta­bi­lizador de imagem.

Sérgio Moro, Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares
Sér­gio Moro, Min­istro da Justiça e Segu­rança Públi­ca do Brasil | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares
Sérgio Moro, Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares
Sér­gio Moro, Min­istro da Justiça e Segu­rança Públi­ca do Brasil | Fotografia de ©JLpress/JoaoLamares

Resultados: Festa do Agrupamento de Escolas

A fes­ta do agru­pa­men­to de Esco­las foi bem mais com­pli­ca­da de fotogra­far. Real­iza­da entre o final da tarde e noite, a fes­ta tin­ha dois pal­cos: um core­to onde atu­avam ban­das pop/rock con­sti­tuí­das por alunos e um pal­co aber­to onde atu­avam os restantes inter­ve­nientes. Este últi­mo colo­ca­do em con­tra luz durante o perío­do do por-do-sol. No primeiro pal­co foi-nos per­mi­ti­do subir e fotogra­far jun­to dos músi­cos (mes­mo com um espaço muito reduzi­do e aper­ta­do), no segun­do o pon­to mais próx­i­mo que con­seguimos foi jun­to à mesa de som que esta­va situ­a­da na lat­er­al do pal­co.

Fotografia de ©JoaoLamares, Todos os direitos reservados.
Fotografia de ©Joao­La­mares, Todos os dire­itos reser­va­dos.

A fotografia aci­ma deixa perce­ber o boni­to efeito do diafrag­ma cir­cu­lar na ilu­mi­nação des­fo­ca­da (em for­ma de cir­cu­lo per­feito). Mais uma vez a lumi­nosi­dade, a nitidez e o equi­líbrio da cor são pon­tos fortes do resul­ta­do final.

As fotografias seguintes retratam dois ele­men­tos de uma das ban­das, gui­tar­ra e vocal­ista, onde os resul­ta­dos voltam a ser exce­lentes. Refi­ra-se que ambas as ima­gens foram real­izadas a ISO 8000, F4 e 1/400s. Estes números só são pos­síveis quan­do jun­ta­mos a um cor­po de topo (como o é a X‑T2) uma obje­ti­va de excelên­cia como esta XF90mm F2.0 mostrou ser.

Resultados: Fotografia de Rua/Paisagem

As expec­ta­ti­vas para o teste final estavam altas e os resul­ta­dos não desiludi­ram. O resul­ta­do foi tão sur­preen­dente que quan­do pub­li­cadas nas redes soci­ais as ima­gens der­am origem a muitos e bons comen­tários. Não me vou perder em comen­tários, mostro uma gale­ria de ima­gens e o leitor avaliará por si.

Em conclusão

Quan­do o Rui Elias me ques­tio­nou acer­ca de qual das duas obje­ti­vas eu prefe­ria, se a XF 50 – 140 F2.8 R LM OIS WR ou a XF90 F2.0 R LM WR, respon­di sem hes­i­tação: “ a 90”!

A pesar de não ter tes­ta­do a XF 50 – 140 F2.8 e emb­o­ra a XF 90 F2.0 não ten­ha sis­tema de esta­bi­liza­ção de imagem; mes­mo ten­do em con­ta que é uma obje­ti­va de focal fixa, a XF90 F2.0 R LM WR mostrou-se um instru­men­to muito ver­sátil capaz de dar respos­ta a todas as min­has neces­si­dades. Com­pacta (cabe como uma luva ao lado da X‑T2 com a XF18-55 F2.8 – 4 mon­ta­da num pequeno bor­nal que adaptei para o trans­porte do meu mate­r­i­al) e por cer­ca de metade do preço da XF 50 – 140 F2.8, ten­ho uma obje­ti­va ráp­i­da, lumi­nosa e com uma nitidez deslum­brante. Emb­o­ra não ten­ha tes­ta­do em espaços desportivos cober­tos, os “reviews” que entre­tan­to li, apon­tam para um resul­ta­do exce­lente, alargan­do ain­da mais o seu cam­po de atu­ação.

Sem dúvi­da uma das mel­hores obje­ti­vas da gama Fuji­non X . Obje­ti­va que recomen­do sem som­bra de dúvi­das.

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.